megafone
MEGAFONE
Sáb, 02 de Dezembro de 2017 12:22

Águas de Penha ou Golpe? – Ainda está em tempo de dar um pé no traseiro da empresa Aguas de Penha, pois além de ter várias irregularidades na licitação, o pouco que foi tratado ainda não foi cumprido, assim mesmo senhores é só olhar os municípios vizinhos como: Camboriú que está sofrendo com a falta de água. Aproveito o momento para convidar à todos, participarem desta audiência (05/12 na Câmara de Vereadores de Penha) e dizer NÃO para esta sacanagem com o povo. Afinal isto é ou não é um golpe. Sugiro procurar na internet e assistir à manifestação de vereadores de Camboriú. Olha o gooolpe???


Climatização – Quero parabenizar a diretora do Centro de Educação Infantil Dona Belinha, Sra Kleidi Roling Bento e sua equipe que enviaram o projeto de climatização para o Fórum de Balneário Piçarras e foram agraciados com 11 aparelhos de ar-condicionado, um projeto que procura propiciar o bem-estar de nossas crianças e também dos funcionários. Parabéns Kleidi por não ser apenas mais uma a ocupar um cargo comissionado. Continue mostrando para o que veio.


Festa do Marisco – Mais uma nova edição da Festa Nacional do Marisco vai acontecer entre 07 e 10/12 no município de Penha. Quero destacar aqui, à volta do velho Rock do grupo Capital Inicial, para quem é apreciador desse gênero musical. Obviamente que muitas outras atrações musicais como Fernando & Sorocaba, Felipe Duram e Hugo & Tiago e bandas e artistas locais estão inclusas neste cardápio que deve agradar à todos, principalmente o retorno daqueles que deixaram de marcar presença neste evento. Esta é uma festa onde todos os presentes contribuem para o seu sucesso. E vamos lá...


Cadastramento biométrico - O total de comparecimento dos eleitores em algumas dessas cidades ainda não atingiu a meta estipulada pelo TRE-SC. Em Balneário Piçarras, por exemplo, apenas 49,94% dos eleitores realizaram o cadastramento biométrico obrigatório até o momento; já em Penha, 49,63%. Os eleitores devem agendar o atendimento pelo site do TRE-SC e apresentar-se no local indicado portando documento de identificação com foto, comprovante de residência recente e comprovante de alistamento militar – para os homens maiores de 18 anos e que vão fazer o primeiro título.Quem não comparecer até o prazo de término da revisão deve agendar o seu atendimento também pelo site do TRE-SC o mais rápido possível para regularizar, sem cobrança de multa e sem prejuízos, a sua situação eleitoral.

 

 
MEGAFONE
Sáb, 25 de Novembro de 2017 21:04

Prevenção contra a dengue – Quero parabenizar todas as escolas do município de Penha e região, o fato de estar estimulando as crianças a realizarem um movimento de prevenção contra a dengue. Com os alunos fazendo o trabalho de campo para criar uma conscientização a todos, evitando assim a proliferação do mosquito que carrega muitos malefícios, entre elas, a dengue.


Dívida do INSS – Com a dívida herdada do INSS pelo atual governo, não faltou vereador para falar frases de efeito na sessão da CVP do dia 20/11/2017.
Vereador Carlos Georg/PT “ O povo de Penha não pode pagar à conta do museu”, (se referindo à uma frase que o vereador Juju sempre fala, “quem vive de passado é museu”). Pois eu discordo dessa frase e digo: “Como construir o futuro se não conhecemos o passado”, é preciso mais coerência e não tentar criar apenas frases de efeito.
Vereador Isac/PR “Caíram no Golpe do bilhete premiado”. Na minha humilde opinião, quem caiu no golpe do bilhete premiado foi o povo, de novo!!!
Vereador Toninho/DEM, “Vamos fazer uma CPI e vamos dar o direito do ex-prefeito se defender”.
Vereador Mauricio Brockveld/PROS “Bando de picareta”
Vereador Joaquim Costa/PP “Não é dívida, e um impasse. É só parcelar e pagar”. Vereador Joaquim, quero lembrar que o INSS não é Casas Bahia, vale lembrar que boca fechada não entra mosca.
Vereadora Juraci/PMDB “A dívida da Casan mais a do INSS, quase dá o orçamento de 2017”.
Vereador Juju/PSDB “Tô triste porque não fui convidado para fazer parte da CPI. Não existe o prefeito colocar 51 milhões em baixo da camisa e ir para casa”. Não vou julgar, mas existem laranjas, malas, cuecas, meias, apartamentos e muitos comparsas.

Audiência Pública - No meu entendimento, a 2ª Audiência Pública sobre a implantação de serviços de saneamento básico no município de Penha, tudo não passa de acertos já realizados entre as autoridades e a empresa Aguas de Penha. O assunto envolve muito dinheiro e, é claro, que todos estão ligados a essa maracutaia. Infelizmente não estão pensando no município e seus habitantes, continuam empurrando a sujeira para baixo do tapete e esquecem que essa empresa ficará usufruindo do município e o povo durante 35 anos. Atenção senhores políticos: Não esqueçam que temos filhos e no futuro teremos netos, então vamos pensar no amanhã?

 
MEGAFONE
Sáb, 11 de Novembro de 2017 12:26

Ferrados – Com a documentação em poder do TCE muitos nomes estão arrolados na prestação de contas da extinta e municipalizada Águas de Itapocoroy. O que me deixa espantado, é que além do Gestor de águas da época, (Alessandro R. da Silva), o povo pagava mais de meia dúzia de carrapatos grudados na teta, sem contar que havia ainda um zangão que não satisfeito em mamar em uma secretaria, sugava também na aguas de Itapocoroy, vale lembrar que seu nome também consta na lista de beneficiários. Dona justiça pode ser lenta, mas chega lá. Vamos a guardar o desfecho de mais este episódio.

 


Sujo falando do mal lavado – Ao ouvir o atual prefeito de Penha Aquiles da Costa/PMDB, falar em alto e bom som em tom de crítica ao governo anterior pelo atual estado em que se encontra a escola Antônio José Tiago, (esse foi um problema herdado). Ouvindo esse tipo de argumento me vem à lembrança, de que o atual prefeito de Penha Aquiles era vereador na época da construção dessa escola, e que eu saiba, era seu dever fiscalizar, Junto com os demais vereadores da época: Aquiles, Sergio Melo, Juju, Cleiby, Jefferson, Zeca, Claudiney, Benjamim e Rogério Gomes, lembrando sempre que esta é a real função de um vereador e não ficar apenas de politicagem, como fazem ex-vereadores e ex-mamadores de tetas que usam as redes sociais  para escreverem bobagens, achando que o povo esqueceu que eles também estavam lá e não fiscalizaram. É o sujo falando do mal lavado


Capachos - Se o vereador cobrar com maior rigor o cumprimento das leis e metas pré-estabelecidas, forçará o prefeito a executá-las, sob pena de ter a opinião pública contra si, apesar de que ainda existe prefeito que tenta vender à população que quando o vereador fiscaliza, ele atrapalha a administração. Nenhum prefeito gosta de vereador exercendo esta função. Geralmente eles compram o vereador dando em troca empregos a amigos, familiares e cabos eleitorais. Leva-o sempre consigo nas inaugurações de obras e oferece todo e qualquer tipo de benesses que o poder, possa ofertar para ter o vereador subserviente a seus interesses, tornando esse vereador um verdadeiro capacho.


Voz do povo – Mais uma vez a população mostrou que tem força para realizar mudanças, já que a administração pública não sabe fazer isso. A comunidade se reuniu no salão paroquial do bairro Nossa Senhora de Fatima, para cobrar da atual administração a reforma imediata da escola EBM
Antônio Jose Tiago. É importante lembrar que essa escola foi interditada no início de fevereiro e até o momento nada havia acontecido. Pais e Professores deixaram bem claro para os presentes, que preferem ficar no salão paroquial da Cohab, a se integrarem a escola Horacina Soares Francisco. O que me espantou é o medo que pais e professores tem, que aconteça o mesmo que ocorreu com a (extinta) escola Laci Simão.

 

 
MEGAFONE
Sáb, 07 de Outubro de 2017 13:28

Outubro Rosa Blá, Blá, Blá... – Foi só chegar outubro que todos os vereadores, lembraram que Penha tem um mamógrafo, o mesmo ficou na caixa por 2 anos e até então não se preocuparam em saber se estava instalado ou não. Agora com muita demagogia se dizem atônitos porque o mesmo poderia ter salvado muitas vidas, mas descobriram que o aparelho parece ser um equipamento usado e fora de validade.  O Vereador Juju não se preocupou em verificar o valor real de um mamógrafo analógico como é o que veio para o nosso município, simplesmente lascou dizendo que: “o valor é de quase um milhão de reais”. E, segundo o ex-vereador Felipe Schmidt, o custo de um mamógrafo novo analógico igual ao que ele trouxe para Penha é de R$ 150 mil reais. A câmara tem 4 vereadores reeleitos, que deveriam ter cobrado a instalação deste mamógrafo em 2016, mas ficaram bem quietinho porque tinha uma eleição para disputar e não queriam correr o risco de perder seus votinhos para o então vereador Felipe. Para os vereadores de Penha as mulheres só correm risco de câncer de mama no mês de outubro. É muita demagogia.



Rua São Paulo - Quanto mais passa o tempo, vejo os eleitos pelo povo (vereadores), fazerem “lambança em cima de lambança”, como a mudança de nomenclatura da rua São Pulo que é referência e existe praticamente desde que Penha começou sua história.  Diante dessas mazelas, o povo ainda paga esses edis para fazerem coisas que distorce e deturpa à própria história do município. Com isso prejudicando moradores e comerciantes. É realmente vergonhoso ver como gostam de ir ladeira abaixo e contra à própria população que os elegeram. Vai dizer que isso não é lambança em cima de lambança. Com certeza o autor desse projeto o ex-vereador Clovis Bergamaschi, defendeu os interesses de alguém com a anuência de todos os vereadores (2016) que votaram sim para o mesmo, sem pensar nos transtornos para os moradores. E agora os moradores dependem da boa vontade dos edis para limpar a lambança que fizeram. Há não esqueçam que quatro vereadores continuam na câmara e tem obrigação moral de resolver isso.

Bens Bloqueados – Não é de se espantar que a justiça tenha decidido bloquear os bens do ex-prefeito Evandro Eredes dos Navegantes/PSDB, e, também bloqueou os bens de cinco secretários (Daniele Schweger de Souza Lunge, Evaldo Eredes dos Navegantes, George Wanderlei Da Silva, Rafael Celestino,  Wagner Borges Figueiredo, que trabalharam durante o seu governo, mas o que é Importante destacar que os secretários que fizeram parte da trama (rescisões seguidas de nomeações) receberam as verbas trabalhistas oriundas das rescisões dos contratos de trabalho, sabendo que a prefeitura estava com contenção de gastos e para isso teve que encerrar o contrato de vários professores. Inadmissível e no mínimo imoral, exonerar para pagar as verbas trabalhistas, sabendo que aquela pessoa será recontratada. Esperamos que o MP continue investigando esse poço que pode não ter fundo. Vale lembrar que entre esses secretários alguns já são figurinhas carimbadas pelo MP.

 
MEGAFONE
Sáb, 23 de Setembro de 2017 14:06

Lambança – Você sabia que para participar de uma sessão da câmara mirim os então vereadores mirins são buscados em suas casas com o carro oficial da câmara de vereadores de Penha, e para completar a lambança a casa de leis os esperam com um belíssimo lanche, se bobear tem até mamadeira. Fico cada vez mais indignado com a atitude dos que já conhecem o esquema, ensinam a fazer ou agir de forma completamente errônea, orientando mal os mesmos (vereadores mirins), fica a pergunta: Será que este é o caminho certo para formar os futuros políticos do pais?  É um absurdo esse tipo de atitude quando deveriam ser educados a trabalhar pelo povo e não simplesmente gastar o dinheiro do povo.


Notebook para vereadores - Ao fazer meu papel como cidadão que paga impostos, fui dar uma conferida no portal de transparência e encontrei uma licitação da câmara de vereadores de Penha para comprar notebooks no valor de R$ 35.532,00, com fechamento em 14/09, qual a minha surpresa? Nenhuma empresa teve interesse por esta verbinha. Será que ficaram com dó de abocanhar mais esse dinheiro do povo, sabendo que esses notebooks seriam usados para os vereadores fazerem as votações em plenário de nomenclaturas de ruas, moções de aplausos, de pesar e ficar nas redes sociais enquanto as outras excelências ficam debatendo o sexo dos anjos. Parece até que a casa de Leis de Penha serve apenas para esse tipo de votação? Fico feliz ao constatar que ainda podemos contar com empresários sérios.


Conferência Municipal – Fico me perguntando, porque quase não aparece ninguém em uma Conferencia pública?  Sabemos que esse tipo de evento e um tanto quanto cansativo, mas é de extrema importância para a sociedade. Estive presente e notei que havia apenas a formação da mesa e o público que deveria ser o maior interessado, estava ausente, afinal onde estavam os fiscais do povo (vereadores)? Conversei com o Gilberto Manzoni, membro do Concidade e o mesmo disse: “A divulgação pela prefeitura não está sendo eficiente, deveria atingir o grande público e isso não está ocorrendo”. Parece ironia, mas não estão fazendo a lição de casa como deveriam, ou quem sabe essa seja a real intenção.     

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL