megafone
MEGAFONE
Sáb, 11 de Novembro de 2017 12:26

Ferrados – Com a documentação em poder do TCE muitos nomes estão arrolados na prestação de contas da extinta e municipalizada Águas de Itapocoroy. O que me deixa espantado, é que além do Gestor de águas da época, (Alessandro R. da Silva), o povo pagava mais de meia dúzia de carrapatos grudados na teta, sem contar que havia ainda um zangão que não satisfeito em mamar em uma secretaria, sugava também na aguas de Itapocoroy, vale lembrar que seu nome também consta na lista de beneficiários. Dona justiça pode ser lenta, mas chega lá. Vamos a guardar o desfecho de mais este episódio.

 


Sujo falando do mal lavado – Ao ouvir o atual prefeito de Penha Aquiles da Costa/PMDB, falar em alto e bom som em tom de crítica ao governo anterior pelo atual estado em que se encontra a escola Antônio José Tiago, (esse foi um problema herdado). Ouvindo esse tipo de argumento me vem à lembrança, de que o atual prefeito de Penha Aquiles era vereador na época da construção dessa escola, e que eu saiba, era seu dever fiscalizar, Junto com os demais vereadores da época: Aquiles, Sergio Melo, Juju, Cleiby, Jefferson, Zeca, Claudiney, Benjamim e Rogério Gomes, lembrando sempre que esta é a real função de um vereador e não ficar apenas de politicagem, como fazem ex-vereadores e ex-mamadores de tetas que usam as redes sociais  para escreverem bobagens, achando que o povo esqueceu que eles também estavam lá e não fiscalizaram. É o sujo falando do mal lavado


Capachos - Se o vereador cobrar com maior rigor o cumprimento das leis e metas pré-estabelecidas, forçará o prefeito a executá-las, sob pena de ter a opinião pública contra si, apesar de que ainda existe prefeito que tenta vender à população que quando o vereador fiscaliza, ele atrapalha a administração. Nenhum prefeito gosta de vereador exercendo esta função. Geralmente eles compram o vereador dando em troca empregos a amigos, familiares e cabos eleitorais. Leva-o sempre consigo nas inaugurações de obras e oferece todo e qualquer tipo de benesses que o poder, possa ofertar para ter o vereador subserviente a seus interesses, tornando esse vereador um verdadeiro capacho.


Voz do povo – Mais uma vez a população mostrou que tem força para realizar mudanças, já que a administração pública não sabe fazer isso. A comunidade se reuniu no salão paroquial do bairro Nossa Senhora de Fatima, para cobrar da atual administração a reforma imediata da escola EBM
Antônio Jose Tiago. É importante lembrar que essa escola foi interditada no início de fevereiro e até o momento nada havia acontecido. Pais e Professores deixaram bem claro para os presentes, que preferem ficar no salão paroquial da Cohab, a se integrarem a escola Horacina Soares Francisco. O que me espantou é o medo que pais e professores tem, que aconteça o mesmo que ocorreu com a (extinta) escola Laci Simão.

 

 
MEGAFONE
Sáb, 07 de Outubro de 2017 13:28

Outubro Rosa Blá, Blá, Blá... – Foi só chegar outubro que todos os vereadores, lembraram que Penha tem um mamógrafo, o mesmo ficou na caixa por 2 anos e até então não se preocuparam em saber se estava instalado ou não. Agora com muita demagogia se dizem atônitos porque o mesmo poderia ter salvado muitas vidas, mas descobriram que o aparelho parece ser um equipamento usado e fora de validade.  O Vereador Juju não se preocupou em verificar o valor real de um mamógrafo analógico como é o que veio para o nosso município, simplesmente lascou dizendo que: “o valor é de quase um milhão de reais”. E, segundo o ex-vereador Felipe Schmidt, o custo de um mamógrafo novo analógico igual ao que ele trouxe para Penha é de R$ 150 mil reais. A câmara tem 4 vereadores reeleitos, que deveriam ter cobrado a instalação deste mamógrafo em 2016, mas ficaram bem quietinho porque tinha uma eleição para disputar e não queriam correr o risco de perder seus votinhos para o então vereador Felipe. Para os vereadores de Penha as mulheres só correm risco de câncer de mama no mês de outubro. É muita demagogia.



Rua São Paulo - Quanto mais passa o tempo, vejo os eleitos pelo povo (vereadores), fazerem “lambança em cima de lambança”, como a mudança de nomenclatura da rua São Pulo que é referência e existe praticamente desde que Penha começou sua história.  Diante dessas mazelas, o povo ainda paga esses edis para fazerem coisas que distorce e deturpa à própria história do município. Com isso prejudicando moradores e comerciantes. É realmente vergonhoso ver como gostam de ir ladeira abaixo e contra à própria população que os elegeram. Vai dizer que isso não é lambança em cima de lambança. Com certeza o autor desse projeto o ex-vereador Clovis Bergamaschi, defendeu os interesses de alguém com a anuência de todos os vereadores (2016) que votaram sim para o mesmo, sem pensar nos transtornos para os moradores. E agora os moradores dependem da boa vontade dos edis para limpar a lambança que fizeram. Há não esqueçam que quatro vereadores continuam na câmara e tem obrigação moral de resolver isso.

Bens Bloqueados – Não é de se espantar que a justiça tenha decidido bloquear os bens do ex-prefeito Evandro Eredes dos Navegantes/PSDB, e, também bloqueou os bens de cinco secretários (Daniele Schweger de Souza Lunge, Evaldo Eredes dos Navegantes, George Wanderlei Da Silva, Rafael Celestino,  Wagner Borges Figueiredo, que trabalharam durante o seu governo, mas o que é Importante destacar que os secretários que fizeram parte da trama (rescisões seguidas de nomeações) receberam as verbas trabalhistas oriundas das rescisões dos contratos de trabalho, sabendo que a prefeitura estava com contenção de gastos e para isso teve que encerrar o contrato de vários professores. Inadmissível e no mínimo imoral, exonerar para pagar as verbas trabalhistas, sabendo que aquela pessoa será recontratada. Esperamos que o MP continue investigando esse poço que pode não ter fundo. Vale lembrar que entre esses secretários alguns já são figurinhas carimbadas pelo MP.

 
MEGAFONE
Sáb, 23 de Setembro de 2017 14:06

Lambança – Você sabia que para participar de uma sessão da câmara mirim os então vereadores mirins são buscados em suas casas com o carro oficial da câmara de vereadores de Penha, e para completar a lambança a casa de leis os esperam com um belíssimo lanche, se bobear tem até mamadeira. Fico cada vez mais indignado com a atitude dos que já conhecem o esquema, ensinam a fazer ou agir de forma completamente errônea, orientando mal os mesmos (vereadores mirins), fica a pergunta: Será que este é o caminho certo para formar os futuros políticos do pais?  É um absurdo esse tipo de atitude quando deveriam ser educados a trabalhar pelo povo e não simplesmente gastar o dinheiro do povo.


Notebook para vereadores - Ao fazer meu papel como cidadão que paga impostos, fui dar uma conferida no portal de transparência e encontrei uma licitação da câmara de vereadores de Penha para comprar notebooks no valor de R$ 35.532,00, com fechamento em 14/09, qual a minha surpresa? Nenhuma empresa teve interesse por esta verbinha. Será que ficaram com dó de abocanhar mais esse dinheiro do povo, sabendo que esses notebooks seriam usados para os vereadores fazerem as votações em plenário de nomenclaturas de ruas, moções de aplausos, de pesar e ficar nas redes sociais enquanto as outras excelências ficam debatendo o sexo dos anjos. Parece até que a casa de Leis de Penha serve apenas para esse tipo de votação? Fico feliz ao constatar que ainda podemos contar com empresários sérios.


Conferência Municipal – Fico me perguntando, porque quase não aparece ninguém em uma Conferencia pública?  Sabemos que esse tipo de evento e um tanto quanto cansativo, mas é de extrema importância para a sociedade. Estive presente e notei que havia apenas a formação da mesa e o público que deveria ser o maior interessado, estava ausente, afinal onde estavam os fiscais do povo (vereadores)? Conversei com o Gilberto Manzoni, membro do Concidade e o mesmo disse: “A divulgação pela prefeitura não está sendo eficiente, deveria atingir o grande público e isso não está ocorrendo”. Parece ironia, mas não estão fazendo a lição de casa como deveriam, ou quem sabe essa seja a real intenção.     

 
MEGAFONE
Seg, 11 de Setembro de 2017 22:36

Desfile - Fui assistir ao desfile em comemoração ao dia 7 de setembro e percebi o quanto os professores e alunos se empenharam para fazer o melhor. Bonito e organizado, o público prestigiou o evento para ver cada escola apresentar o melhor. Como todo ano, além da organização, quero parabenizar às fanfarras, o empenho dos organizadores e o prestígio do público presente. Sem dúvida, foram belas as apresentações, orgulhando os próprios alunos, professores e demais orientadores. Parabéns.


As malas de Brasília - Me sinto realmente envergonhado ao ver tanta gente passando fome, sem saúde e com uma educação precária e certos políticos inescrupulosos, saqueando o país e usando para guardar o produto do roubo em malas e caixas dentro de um apartamento alugado apenas para isso. O pior de tudo é que são políticos descarados que usam à palavra de Deus para cometer seus crimes. Esta na hora de parar com essa bandidagem. Já deu.


Manutenção de ruas – Muito se fala em fazer calçamento e drenagem nas ruas de Penha, mas estão esquecendo de muitas ruas calçadas pelos governos anteriores, mas as mesmas não tem a devida e correta tubulação, o que causa um grande transtorno para os moradores, motoristas e transeuntes. Dificilmente não se encontra bocas de lobo quebradas, tubulações quebradas e assoreadas, é visível a falta de manutenção, cujo o responsável é o poder público.  Não adianta maquiar pintando meio fio, enquanto a cada chuva a situação piora. Diante de tantos problemas, vejo moradores dessas mesmas ruas, tentando resolver o problema, acabam jogando entulho e causando um problema ainda maior. É preciso calcar ruas, fazer a devida manutenção e sinalização. Será que os moradores de Penha terão que esperar outra gestão com muito blá,blá,blá..........


Sem computado r- É uma vergonha para a prefeitura de Barra Velha, não dispor de um computador que funcione para a sua assessoria de imprensa. Já fazem mais de trina dias que esta assessoria não envia um realise para a imprensa da região. Diante dessa situação fazemos a seguinte pergunta: Para que gastam dinheiro público com assessor se o mesmo não tem condições de trabalho? Uma verdadeira vergonha.

 

 
MEGAFONE
Sáb, 26 de Agosto de 2017 14:38

Adega Itapocoroy - Fiquei muito feliz ao conhecer uma Adega especial. Com vinhos de qualidade, atenção diferenciada aos que chegam e o velho estilo de bom atendimento. Não há dúvidas que o espírito empreendedor do casal (Hilário e Iria), predomina o ambiente, oferecendo sempre, educação, simpatia e uma gentileza inigualável. Com esta novidade que engrandece muito o município de
Penha, um novo caminho surge com muita personalidade, regado ao melhor estilo, qualidade e bom atendimento. Um retrato fiel daqueles que sempre primaram pelo respeito aos outros. Vale a pena conferir, Rua Inácio Francisco de Souza,95 Fone: (47) 3345-9003.



Apae 25 anos –
É realmente um bom motivo, comemorar 25 anos, e, para festejar esta data, a APAE de Penha estará realizando dia 09 de setembro, um jantar muito especial na Sociedade Amigos de Penha, é um grande momento de confraternização entre pais, alunos, e também os colaboradores. Sem dúvida que a sua participação irá contribuir muito com este evento. Quem desejar maiores informações pode contatar através do fone: (47) 3345-5913
Premiado – Não há dúvidas que o Jornal Visão conquistou leitores e sempre foi premiado pela qualidade da informação sem omitir os fatos. Um veículo de comunicação com os quesitos do Jornal Visão, tornou-se um grande aliado da população. Trazer a verdade dos fatos, não é nenhum ato de heroísmo, mas fidelidade aos que tem sede de informação. Como se diz no interior, (segue o baile) aqueles que estão comprometidos com o povo, devem ficar atentos, porque vamos continuar sendo implacáveis até extinguir os falsos profetas.


A diferença –
Desde que iniciamos nossas atividades (Jornal Visão), nossa personalidade foi pautada em ser verdadeiros, independente de política, nunca fizemos conchavos, ou nos prendemos aos interesseiros. Confesso que as vezes é desanimador, mas ao saber que contribuímos com a evolução da sociedade, ficamos orgulhosos ao saber que ainda somos um importante canal de comunicação para a sociedade dos municípios onde circulamos.
Visão é o Visão – É assim que à população diz: (Visão é o Visão). Diante dessa imagem popular, nos sentimos muito orgulhosos e o dever de continuar sendo sempre “Visão para todos”, mantendo distante os interesses pessoais, buscando e cobrando sempre melhorias para a cidade através do poder público ou privado.

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL