Balneário Piçarras
Prefeitura executa patrolagem e macadamização da rua Ilhota
Sáb, 25 de Julho de 2015 18:50
    Balneário Piçarras/SC - A Secretaria de Obras de Balneário Piçarras executou essa semana a patrolagem e macadamização da rua Ilhota, no bairro Itacolomi, uma das mais afetadas com os sucessivos dias de chuva no município. O serviço dará uma solução paliativa ao problema da via, que está incluída no programa de pavimentação financiado pelo Fundo Estadual de Apoio aos Municípios (Fundam).
 

 
    A ordem de serviço para as obras de pavimentação nas ruas Ilhota, Santa Luzia e o trecho 2 da Antônio Zimmermman, todas no Itacolomi, foi assinada em 30 de abril pelo prefeito Leonel José Martins. O recurso proveniente do Governo do Estado, contudo, ainda não foi liberado, o que interrompeu os trabalhos. “Nós precisamos desse dinheiro para poder repassar à empresa responsável pelo serviço. A demora, infelizmente, atrasa todo o planejamento estipulado para a entrega dessa obra tão importante”, explica Martins.
    O prefeito acrescenta que o serviço de drenagem foi iniciado, porém não pôde ser concluído devido à não liberação do recurso. “A pavimentação fará a ligação de todas as bocas de lobo e, consequentemente, dará fim ao problema de drenagem verificado no local”, salienta.
    Ao todo serão pavimentados 16 mil metros quadrados de vias: 6,6 mil m² na rua Ilhota, 6,5 mil m²  na Santa Luzia e outros 3,1 mil m² no trecho 2 da Antônio Zimmermman. A obra, que inclui drenagem, pavimentação e sinalização viária, será executada pela Construtora Natinho LTDA.
    Além do valor financiado pelo Fundam, o recurso destinado à obra inclui emendas parlamentares dos deputados estaduais Jean Kuhlmann (PSD) e Ana Paula Lima (PT) e dos ex-deputados Dado Cherem (PSDB) e Volnei Morastoni (PT).
 
Investimento total com o 3º Piçarraiá foi de R$ 220 mil
Sáb, 25 de Julho de 2015 18:50
    Balneário Piçarras/SC - A Secretaria de Turismo e Cultura de Balneário Piçarras informa que o gasto total com a 3ª edição do Piçarraiá foi de R$ 220 mil. A festa, que ocorreu no último final de semana, no pavilhão montado no estacionamento do ginásio Aurélio Solando de Macedo, reuniu um público de mais de 20 mil pessoas em dois dias.
    O valor inclui  investimentos em estrutura, shows, atrações culturais e divulgação. A secretária de Turismo e Cultura, Susan Corrêa, lembra que a terceira edição da festa repercutiu não apenas na região e no Estado, mas em todo o país. “Balneário Piçarras foi amplamente divulgada nas principais emissoras do Brasil. Essa repercussão positiva é extremamente benéfica e fomenta ainda mais o turismo em nosso município”, avalia Susan.
    A amplitude do evento também estimulou o comércio local, que se beneficiou do movimento e da organização. “As próprias escolas buscaram o comércio para montar as barracas”, destaca a secretária.
    Todo o dinheiro da venda dos produtos foi revertido para as próprias escolas que participaram do evento. O lucro total líquido das 12 unidades foi de R$ 67.219,29 mil.
    O 3º Piçarraiá agregou entretenimento e cultura em uma só festa. Além das atrações artísticas, apresentou as raízes do município. “A ideia foi transmitir a identidade do nosso povo com uma festa linda e receptiva. Balneário Piçarras está orgulhosa do que fez”, concluiu Susan.
Lucro líquido das escolas
CEI Ivonete Silva Coradini: R$ 6.114,14 (bebida)
CEI Extensão do Tia Pequena: R$ 2.223,00 (pinhão)
CEI Felicidade Pinto Figueiredo: R$ 7.598,00 (bebida)
CEI Cinderela:  R$ 6.462,38 (quentão)
CEI Alcina de Oliveira Figueiredo: R$ 3.772,83 (cachorro-quente)
CEI Pinóquio:  R$ 6.050,00 (brinquedos e pipoca)
CEI Tia Pequena: R$ 7.050,00 (doces)
Monteiro Lobato: R$ 6.244,69 (salgados)
Colégio Francisca Borba: R$ 6.694,25 (bebida)
EJA: R$ 4.465,00 (bebida)
Cief: R$ 5.262,00 (espetinho)
Apae: 5.283,00 (pastel)
 
Rádio Cultura FM 95,7 inicia transmissões em Balneário Piçarras
Sáb, 18 de Julho de 2015 14:51
    Balneário Piçarras/SC - Ouvintes de Balneário Piçarras, Barra Velha, Penha, São João do Itaperiú, Navegantes, Itajaí, Navegantes, Luís Alves e região podem curtir desde o último dia 8 uma grande novidade no ar: o início das atividades da Rádio Cultura FM, que já está transmitindo na sintonia 95,7 para uma região potencial de mais de 356 mil ouvintes no litoral norte catarinense.
    Sediada em Balneário Piçarras, a primeira emissora FM da cidade é integrante da Rede Cultura de Comunicação, e de acordo com seu diretor geral, Jeter Reinert Sobrinho, é a terceira a integrar esse grupo comunicacional – também são consagradas e ligadas à rede a tradicional Rádio Cultura AM de Timbó (que já estrutura sua migração para a FM) e ainda a Rádio Cultura FM de Pomerode.
    Jeter Sobrinho observa que a nova emissora piçarrense terá abrangência regional, com programação variada, contemplando inicialmente os chamados “hits” musicais e também o ecletismo de gêneros e seus grandes intérpretes e compositores, buscando interatividade total com o público ouvinte. O jornalismo e a participação comunitária vêm logo em seguida, com espaço na grade e repercussão regional.
    O sinal, com base em Balneário Piçarras, irradia inicialmente para o público local – um programação voltada aos 19 mil habitantes da cidade – e em seguida, busca também os 25 mil habitantes de Barra Velha, 28 mil de Penha, 70 mil de Navegantes e mesmo os 201 mil potenciais ouvintes moradores de Itajaí. Balneário Barra do Sul e São João chegam junto com outros 12 mil ouvintes, totalizando inicialmente sete cidades.
    Inicialmente, a grade de programação diária conta com nove programas mais “A Voz do Brasil”, informativo da EBC Serviços. “Nitro”, “Playlist” e “Amanhecer no Litoral” abrem a programação, respectivamente, às 0h, 4h e 5h. Em seguida, às 7h, o jornalismo ganha espaço com o “Litoral em Notícias”, até 8h, quando começam “Alegria da Manhã”, “Sucesso da Cultura” (12h) e “A Tarde é Sua” (13h).
    A programação segue diariamente às 19h com “A Voz do Brasil”, às 20h com “Linha do Tempo” e às 22h com “Arena Universitária”. Aos sábados e domingos, Jeter informa que serão reservados espaços para programas de música europeia, músicas nativas, sertanejas e gaúchas. “Nós iremos ampliar gradualmente a programação, aumentando o espaço do jornalismo e incorporando à nossa grade o que o ouvinte desejar e opinar”, observa Reinert Sobrinho.
    Para comandar essa festa musical, os comunicadores Nanndo M. e Dani Medeiros já estão em campo – ou melhor, em estúdio, dividindo com os ouvintes o que há de melhor em seleção musical, pela manhã e à tarde. Até mesmo o prefeito de Barra Velha, Claudemir Matias, tradicional comunicador de rádio, terá seu espaço, aos domingos pela manhã, das 9h às 11h.
    O jornalismo matinal fica com a apresentação e produção do jornalista Francisco Carlos Farias. O site da emissora está em fase de preparação, mas você já pode interagir pela rede social Facebook, no endereço “CulturaFMLitoral”. No ar, participação do ouvinte, irreverência, bom humor, integração da com unidade, premiações e muita energia! Vale sintonizar a Cultura FM 95,7 de Balneário Piçarras!
 
Recorde da maior canjica do Brasil pertence a Baln. Piçarras
Sáb, 18 de Julho de 2015 14:22
Balneário Piçarras é dono do recorde da maior canjica do Brasil. O registro foi oficializado na tarde de sábado, 10 de julho, durante o 3º Piçarraiá, quando a empresa RankBrasil contabilizou a produção de exatos 1.490 litros da iguaria. A sobremesa tipicamente brasileira foi preparada em uma panela de aproximadamente 12 toneladas.
Leia mais...
 
Escritor distribui livros autografados nas escolas do município
Sáb, 04 de Julho de 2015 14:50
    Balneário Piçarras/SC - Aproximadamente 600 exemplares da obra “Balneário Piçarras as Lendas”, do escritor Luiz Ferreira da Silva, foram distribuídos aos alunos do Cief na manhã de quinta-feira, 2 de julho. Os livros foram doados pelo próprio autor, que autografou cada um dos exemplares.
    O título traz duas lendas criadas por Luiz Ferreira, uma a respeito da Ilha Feia e outra sobre a Itacolomi, dois dos símbolos do município.  Uma delas conta a história da serpente ruiva que vivia na famosa “Caverna do Diabo”, na Ilha Feia. “Ela foi expulsa da ilha por alguns anjos que lá viviam e, em seguida, ferida por eles com lanças”, conta o escritor. “Ela morre no meio de um matagal e se transforma no Rio Piçarras”, acrescenta o escritor, de 74 anos.
    Luiz Ferreira explica que as lendas ajudam a consolidar a identidade cultural do município. “Balneário Piçarras precisava disso, e na época não havia registros de lendas aqui”, observa.
    Todas as escolas da rede municipal de ensino irão receber exemplos do livro. A produção foi uma das contempladas pela lei de incentivo à cultura do município no ano passado.
 
« InícioAnterior41424344454647484950PróximoFim »

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL