Barra Velha
Justiça Eleitoral diploma novos vereadores mirins de Barra Velha para 2018
Sex, 15 de Dezembro de 2017 17:48

Barra Velha/SC - Uma noite especial para o parlamento de Barra Velha. Foram diplomados nesta terça-feira, dia 12 de dezembro, oito dos nove novos vereadores mirins que exercerão seu mandato a partir de 2018: Vitoria Seifert Pereira, Jhone Moreira da Silva, Milton Meneghette da Silva Júnior, Maria Eduarda Haas Gralha e Pedro Lucas Nascimento Lima receberam seus diplomas, juntamente com Paulo Ricardo Pereira, Bianca dos Santos Oss-Emer e Bruna Gabriela Petry. O grupo foi eleito por alunos das escolas das redes municipal, estadual e particular de ensino no processo de votação ocorrido dia 1º de dezembro.
A sessão de diplomação ocorreu com a presença dos nove vereadores titulares da Casa de Leis, sob o comando do presidente, Alex Sandro Correia dos Santos, o Alex Palmital (PSD). A juíza da comarca, Nayana Scherer, juntamente de autoridades como a secretária de Educação Rosemary dos Santos Silva, da primeira-dama Soneiva Cruz e do comandante da Polícia Militar, Tales Cardano, compareceram à sessão.
O processo eleitoral estudantil elegeu os novos integrantes da Câmara Mirim de Barra Velha visando a composição da legislatura do próximo ano de 2018, em eleições que ocorreram na Escola de Educação Básica David Pedro Espindola, Escola Básica Municipal Antônia Gasino de Freitas, Escola Básica Municipal Manoel Antônio de Freitas, Escola Formação e Escola Querubins do Tempo.
A coordenação do programa educacional, efetuada em parceria entre a Câmara de Vereadores de Barra Velha, Secretaria Municipal de Educação e Cultura e Associação de Vereadores do Vale do Itapocu (Avevi) contou com um total de 21 candidatos às nove vagas disputadas dia 1º. Na sessão desta terça-feira, também foram diplomados os nove parlamentares suplentes, que assumirão caso algum dos titulares se retire do projeto a partir do ano que vem.
A coordenação do programa educacional seguirá com Paulo Roberto Leite, diretor legislativo de Barra Velha, e Claudionir Arbigaus, diretor geral. Na sessão, os vereadores agradeceram e parabenizaram o desempenho dos mirins que estão encerrando seus mandatos - João Victor Francisco Silva, Rafaela Freitas Pires, Kamila Jacques, Kauan Júlio Rodrigues, Maria Eduarda Aviz, Gabriel Moraes, Ana Carla Ayumi dos Santos, além dos dois ex-presidentes Eduardo Ceolin e Rhawander Freitas Silva.
Saiba mais sobre o projeto
A Câmara Mirim é um projeto instituído pela ex-vereadora Márcia Aguiar (DEM), que atua nas escolas barra-velhenses selecionando estudantes para vivenciarem a vida política, como parlamentares mirins – vários deles apresentando projetos e outros discutindo as propostas e votando.
Nas edições anteriores, houve discussão das propostas pelos alunos, que propuseram sugestões de projetos de lei – em geral, estas reivindicações e ideias servem para orientar os vereadores titulares, e são também repassadas ao prefeito Valter Zimmermann (PSD).
Os mirins também participam de viagens de estudo a outras câmaras de vereadores, cursos como o de oratória e interagem com estudantes de várias partes.

 
Deputado Chiodini reúne-se com vereadores e prefeito de Barra Velha para tratar da obra na Foz do Itapocu
Sex, 15 de Dezembro de 2017 17:48

Barra Velha/SC - O deputado estadual e atual secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável, Carlos Chiodini (PMDB), manteve audiência com o prefeito Valter Zimmermann (PSD) na manhã desta terça-feira, dia 12 de dezembro, junto dos vereadores peemedebistas Juliano Bernardes, o Professor Juliano, e Marcelo Nogaroli, e ainda o presidente reeleito do PMDB local, Nilton da Silva.
Chiodini veio tratar com o prefeito de uma rápida prestação de contas acerca da obra da retomada de construção do molhe sul, na foz do Rio Itapocu, desenvolvida pela Prefeitura com recursos garantidos pelo Estado, através da secretaria estadual comandada pelo parlamentar.
O prefeito detalhou o andamento dos serviços de extensão do molhe sul, e falou do seu contentamento em poder reiniciar o projeto - composto também pelo molhe norte, finalizado pelo ex-prefeito Samir Mattar (sem partido) e da dragagem do canal do rio e lagoa, projetados como parte integrante do projeto total de fixação e reabertura da desembocadura do Itapocu.
De acordo com Zimmermann, a primeira parcela de R$ 600 mil já foi investida na retomada da colocação de pedras, com destinação de 9 mil m³ já efetuada - faltando outros 11 mil m³. De acordo com Marcelo e Professor Juliano, o deputado Chiodini recebeu a solicitação de liberação de mais duas parcelas de R$ 200 mil cada (previstas dentro do valor total de R$ 2 milhões). "Essa liberação é necessária para que a obra não pare neste final de ano", detalhou Juliano.
Valter também está disposto, já a partir de 2018, a buscar os recursos para a dragagem, terceira e última etapa do projeto. "Serão um milhão investidos nessa primeira fase, e agora as tratativas de encaixe do R$ 1 milhão restantes para o orçamento de 2018, a fim de que não percamos o recurso", contabiliza Marcelo.
Chiodini frisou seu interesse pela obra, e satisfação em vê-la em desenvolvimento - como o deputado e secretário tem base parlamentar em Jaraguá do Sul, conhece bem o drama vivido pelas cidades do Vale do Itapocu, que sofrem em períodos de cheia, quando a lagoa barra-velhense transborda e não garante a vazão do rio, atingido áreas ribeirinhas em cidades como a própria Jaraguá, Guaramirim e até mesmo Araquari, que pertence à região norte-nordeste do Estado.

 
Bombeiros de Barra Velha realizam Palestras sobre Semana de Prevenção a Afogamento a adolescentes
Sáb, 02 de Dezembro de 2017 12:18

Barra Velha/SC - A 3ª Cia de Bombeiros Militares de Barra Velha efetuou palestras entre os dias vinte e vinte e quatro sobre a Semana de Prevenção a Afogamentos no Colégio Estadual Astrogildo Odon Aguiar em Barra Velha e também aos quarenta jovens do Projeto Bombeiro Juvenil desenvolvido nesta cidade. Tais palestras visaram levar conhecimento ao publico na faixa etária dos treze aos dezesseis anos sobre os perigos no mar.
Foram abordados assuntos como o reconhecimento das bandeiras de sinalização na faixa de areia, como as bandeiras vermelhas que indicam perigo por serem locais de corrente de retorno, as verdes que são de locais ideais para banhos e nos postos guarda vidas que indicam as condições do mar, bem como reconhecimento de outros locais perigosos como costões, rios e lagos e a fim de que de posse destes conhecimentos os jovens criem uma percepção e consciência de perigo ao banharem-se nas águas, avaliando os riscos e  reduzindo desta forma o índice de morte por afogamentos.

 
Verador cobra informações sobre ginásios de esporte do bairro São Cristóvão
Sáb, 25 de Novembro de 2017 20:45

Barra Velha/SC - O vereador e professor Juliano Bernardes (PMDB) voltou a reivindicar ações de transparência pública e conservação da cidade de Barra Velha por parte da Prefeitura local, no último dia 21 de novembro. Juliano destacou na sessão legislativa a conservação precária e a necessidade de vigilância com relação aos dois ginásios de esportes localizados no fundo da Escola Básica Municipal Antônia Gasino de Freitas, no São Cristóvão, da rede municipal de ensino.
De acordo com Juliano, é preciso clareza sobre qual o setor da Prefeitura é verdadeiramente responsável pelos espaços esportivos – se são da escola ou da Fundação Municipal de Turismo, Esporte e Cultura (Fumtec). “Precisamos saber quem utiliza estes ginásios, como é feita a manutenção e conservação, quem está responsável também pelo entorno dessas obras públicas”.
O vereador e professor revelou que recebeu denúncias de que até mesmo motoqueiros já entraram num dos ginásios, fazer rachas nos finais de semana, danificando o piso da quadra; também há uma obra de retirada de barro nos fundos do ginásio, e o parlamentar quer saber quem autorizou e para onde está indo o barro retirado do local. “Precisamos saber valores e fonte pagadora que autorizou o barro a ser retirado”, frisa.
Juliano também voltou a pedir conservação do Morro do Cristo e avaliação estrutural da estátua de Jesus construída pelo escultor José Cristóvão Batista no final dos anos 90 – pedido que o mesmo vereador já havia feito no parlamento, em sessões anteriores – e também reivindicou maior atenção da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) no quesito de fiscalização da lagoa de Barra Velha.
Informa o parlamentar que os descartes irregulares de lixo estão aumentando na Quinta dos Açorianos, com lixos como camas, sofás velhos, restos de construção lançados na área do antigo cemitério da lagoa – que hoje é sítio arqueológico com preservação assegurada pela legislação – e também na área do Parque Natural Municipal Caminho do Peabirú.
“A questão do lixo é cada vez mais preocupante”, frisa Juliano. “Aumenta a poluição, degrada o local, afeta pontos turísticos”, assegurou ele. Juliano, entretanto, sabe que resolver esses descartes irregulares é difícil. “As pessoas teimam em jogar o lixo em locais proibidos. É um problema que na verdade, é questão de educação, mas com órgãos fiscalizadores mais atuantes entrando em ação, amenizaria”, considerou.
Contas da Festa Nacional do Pirão
Ainda na mesma sessão, dia 21 de novembro, Bernardes informou que recebeu do vice-prefeito Fábio Brugnago (PSD) a confirmação de que a Prefeitura solicitou à Fumtec e também ao setor de contabilidade que repasse as contas da edição 2017 da Festa Nacional do Pirão ao Poder Legislativo.
“Nós, vereadores, queremos ter acesso às contas da Festa do Pirão, e então vamos cobrar da Fumtec e da contabilidade esses números, e ainda que haja uma reunião de avaliação da festa por parte de seus organizadores, bem como organização da edição do ano que vem”, finalizou o parlamentar.

 
Apae de Barra Velha celebra aniversário alertando para crise financeira
Sáb, 18 de Novembro de 2017 19:31

Barra Velha/SC - O que era para ser uma grande celebração do 30º aniversário de uma instituição educacional das mais importantes da cidade, se tornou um alerta e um pedido de socorro por parte da direção. Encerrada na quinta-feira, 9 de novembro, a Sessão Solene do Legislativo de Barra Velha em homenagem ao trigésimo aniversário da Escola Especial Flávio Quirino Borges, contou com a presença de educadores, pais, alunos, voluntários e integrantes da diretoria no Plenário Getúlio Bittencourt.
A presidenta Leila Veloso, convidada a discursar, traçou um panorama atual das atividades da Apae Brilho do Sol, fundada em 30 de novembro de 1997 pelo então prefeito Valter Régis (PP), e que hoje atende 95 alunos de Barra Velha, São João do Itaperiú e Balneário Piçarras, em sua sede própria, na Rua José Raimundo Ramos, bairro São Cristóvão.
Os alunos hoje são atendidos nos setores de educação física, artes, eventos, além dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), em atendimentos de saúde, fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, e ainda atendimento pedagógico, Programa Prevenir, Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd), oficina, passeios e atendimento específico aos autistas, entre outras ações.
Na presença dos nove parlamentares, liderados pelo presidente Alex Sandro Correia dos Santos, o Alex Palmital (PSD), a presidenta Leila falou de sua experiência pessoal e familiar com um portador de necessidades - o que lhe emocionou - e lamentou o quadro financeiro atual da instituição.
Segundo ela, há ameaças de perda de recursos do Estado, pois o contrato da instituição com o governo encerra em dezembro, e não há previsão de renegociação. Atualmente, a escola recebe R$ 126 mil ao ano, porém, cada aluno custa, em média, 750 reais cada.
Os custos, porém, não se limitam ao individual de cada aluno - alimentação ou produtos de higiene, mas também toalhas, medicamentos específicos, materiais pedagógicos. Somente em carne, são 20 quilos comprados por semana ou 4 quilos consumidos por dia.
O ano também foi marcado por uma queda do telhado antigo - que resultou em dívida de R$ 12 mil somente na compra de madeiras - e no furto do veículo, que acabou queimado pelos criminosos. Leila, entretanto, agradeceu a ajuda da Prefeitura. "Se não fosse a Prefeitura, já teríamos fechado as portas", considerou.
Os vereadores presentes acenaram com apoio à instituição. Thiago Pinheiro (PSB), em nome dos parlamentares, parabenizou todo o trabalho executado. Alex Palmital defende a mobilização dos parlamentares junto ao Estado, para não deixar acontecer a interrupção de recursos. Já Marcelo Nogaroli e Juliano Bernardes (ambos do PMDB), acenaram com o anúncio do deputado estadual Carlos Chiodini (PMDB), que articula a liberação de veículo novo para a instituição, em substituição ao que foi queimado.

 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL